ARTIGO DE REVISÃO

Malformações Müllerianasrevisão da abordagem atual.

O objetivo deste trabalho foi discutir as malformações müllerianas desde seus aspectos embriológicos, analisando os atuais métodos diagnóstico e terapêuticos. As malformações müllerianas são anomalias congênitas do trato reprodutivo feminino decorrentes de falha do desenvolvimento dos ductos de Müller e estruturas associadas. Sua causa não foi completamente elucidada, acreditando-se, atualmente, que seja multifatorial. Os sintomas se manifestam, principalmente, durante a adolescência e início da vida adulta, e afetam a capacidade reprodutiva dessas mulheres. A partir da suspeita clínica, a investigação diagnóstica inclui métodos de imagem, como a histerosalpingografia, ultrassonografia e ressonância magnética. A classificação das malformações está relacionada à sua embriogênese e direciona a terapêutica e prognóstico. As malformações müllerianas são um grupo amplo de anomalias que variam de paciente para paciente. Portanto, sua abordagem também é individual, devendo-se considerar os aspectos anatômicos, clínicos e o desejo da paciente.

Entre em contato conosco

DR. SERGIO CONTI RIBEIRO

Rua Joaquim Floriano,466 /902 • Itaim Bibi

São Paulo • SP • Cep 04534-002

Fone +55 11 3079-5050

Whatsapp +55 11 97675-0665